REVISÃO DO PLANEJAMENTO GARANTE AVANÇOS PARA O CHSF

- Categoria: Notícias

Ferramenta de Gestão é atualizada periodicamente, de forma colaborativa, e traça diretrizes que norteiam as ações e projetos desenvolvidos na instituição

A gestão do Complexo Hospitalar São Francisco (CHSF) é sustentada pelo tripé Cortesia-Entusiasmo–Planejamento. Dessas três diretrizes, o “planejamento” é a que funciona como ponto de partida para e evolução constante da instituição, seja na busca por melhorias da estrutura, dos processos ou de novas oportunidades de negócio. É justamente por entender a importância desse pilar que o CHSF realiza, periodicamente, a revisão do seu planejamento estratégico, com o objetivo de medir a posição e o desenvolvimento da organização e propor novas formas de atuação.

A revisão mais recente foi feita em 2018 e definiu as metas para os anos de 2019 e 2020, levando em conta, principalmente, os processos de Certificação da Organização Nacional de Acreditação (ONA) e da ISO 9000 (Sistemas de Gestão da Qualidade) que as Unidades Concórdia e Santa Lúcia passarão, respectivamente, em dezembro deste ano. Para a construção do Planejamento Estratégico, foi realizado um trabalho colaborativo, que contou com a participação do Grupo Gestor do Hospital em todas as etapas.

Segundo o Superintendente Geral da Fundação Hospitalar São Francisco de Assis, Dr. Helder Yankous, que conduziu o processo juntamente com a Gerência de Qualidade e Segurança, o envolvimento efetivo dos coordenadores foi fundamental para a estruturação de um plano que estivesse alinhado à realidade da instituição. “O Grupo Gestor participou ativamente de todas as reuniões, isso contribuiu para um maior comprometimento das equipes e para que fossem pensadas metas globais e também setoriais. Com isso, fizemos uma revisão em quatro etapas: identidade organizacional, revendo a Missão, Visão e Valores; cenário; objetivos da organização e definição de ações”, pontua.

A Gerente de Qualidade e Segurança, Érika Rocha, explica que foram utilizadas metodologias específicas para avaliar o cenário hospitalar, traçar metas e definir ações para alcançar os objetivos até 2020. Com base nessas avaliações, foi desenhado o novo mapa que traz as perspectivas que norteiam a estratégia do CHSF. “Coletivamente, identificamos várias oportunidades de crescimento para a instituição, como o aumento da demanda de pacientes Oncológicos no SUS, novos projetos do Ministério da Saúde, expansão das subespecialidades da Ortopedia, novas habilitações, captação de recursos, habilitação e expansão como hospital de ensino, DRG, Projeto Solis, implantação do setor de Inovação e muitos outros”, enumera a Gerente.

 

Gestão que traz resultados

Com metas mais claras que são acompanhadas mensalmente com o suporte do GestHos, sistema automatizado de gestão hospitalar, os indicadores das ações são monitorados e apresentados trimestralmente para a Alta Gestão do CHSF.

A efetividade desse processo aparece nos importantes resultados alcançados pelo Complexo Hospitalar São Francisco com o penúltimo planejamento estratégico, feito em 2011 e que previu ações até 2018. No último ano, por exemplo, por meio da participação no Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde, o hospital conseguiu reduzir o número de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde (IRAS) nos CTI’s, salvando 16 vidas, e também o tempo de internação de pacientes (Conheça mais sobre os resultados do PROADI-SUS clicando aqui). Além disso, o Núcleo de Segurança do Paciente, com o Apoio do Time de Resposta Rápida, conseguiu aumentar o número de notificações, a identificação de problemas e o monitoramento da aplicação de boas práticas.

Érika Rocha ressalta que, em 2018, o CHSF conquistou ainda a terceira aprovação no Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), também do Ministério da Saúde. “O PRONON possibilitou desenvolvermos atividades para ampliar o nosso atendimento oncológico diagnóstico e cirúrgico. Para isso, investimos na construção de um novo Ambulatório de Retaguarda, mais moderno, com mais leitos e adaptado para oferecer um atendimento mais eficiente e humanizado aos pacientes e acompanhantes. Os recursos do programa também foram utilizados para a aquisição de equipamentos”, destaca a gerente de Qualidade e Segurança.

Sobre o planejamento Estratégico 2019-2020, Dr. Helder Yankous reforça a importância da ferramenta para a gestão do CHSF e as expectativas com o cumprimento dos pactos firmados “Os compromissos feitos demonstram o engajamento de toda a organização e o nosso propósito. Seguindo o que foi definido, esperamos alcançar as certificações ONA e ISO e aumentar ainda mais a segurança do paciente, bem como fortalecer a interface com o cliente e o mercado, aumentar nossa capacidade de investimento, obter um maior equilíbrio econômico financeiro e desenvolver a gestão com as pessoas”, finaliza o Superintendente Geral.

No comments yet.


Desculpe, o formulário de comentários está fechado no momento.