Corpo Cidadão encanta público do São Chico Cultural

- Categoria: Destaque home

Evento aconteceu no último dia 09 de outubro, no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube; verba arrecadada com venda de ingressos será revertida em prol da assistência aos pacientes da FHSFA

Fotos: Leandro Perez

O público que prestigiou o 12° São Chico Cultural, evento beneficente realizado pela Fundação Hospitalar São Francisco de Assis (FHSFA), no último dia 09 de outubro, assistiu a um verdadeiro espetáculo. A grande atração da noite foi a apresentação “De 2 – Contratempo”, do Corpo Cidadão, braço social do Grupo Corpo, que trouxe o ritmo marcante da percussão e os movimentos da dança contemporânea. O evento, cuja verba arrecadada com a venda de ingressos será revertida em prol dos pacientes do hospital, aconteceu no Teatro do Centro Cultural Minas Tênis Clube, parceiro da ação.

Como acontece a cada edição, antes das cortinas se abrirem para os artistas, foi apresentada para o público a prestação de conta das edições anteriores. Para isso, foram convidados ao palco o Presidente do Conselho Curador da FHSFA, Diácono Paulo Taitson, o Superintendente Geral, Dr. Helder Yankous, e a Superintendente de Serviços Hospitalares, Adriana Melo. Entre os itens adquiridos a partir dos fundos do São Chico Cultural estão fraldas geriátricas, cadeiras de rodas, poltronas e outros materiais que beneficiam diretamente os pacientes e acompanhantes da instituição, que é 100% SUS.

Dr. Helder Yankous destaca o impacto da iniciativa não só para a fundação, mas também para a sociedade. “O nosso maior objetivo com o São Chico Cultural é promover melhorias na assistência aos nossos pacientes, mas envolver o público em geral, artistas e grupos culturais nessa ação foi a forma que encontramos para fomentar dois pilares fundamentais para nossa sociedade: a solidariedade e a cultura”, afirma Yankous.

Nesse sentido, o espetáculo “De 2 – Contratempo” encantou o público. Os jovens dançarinos do “Corpo Cidadão” levaram para o palco do teatro movimentos exclusivos dos coreógrafos do Grupo Corpo, Rodrigo Pederneiras e Cassi Abranches, executadas sob as músicas de Tunico Villani e do Grupo Karakuru, de Belo Horizonte. Entre os compositores, também estão Chico Amaral, Sérgio Moreira, Maurício Mariz, Bill Lucas, Evandro Menezes e Juarez Moreira. Como o próprio nome do espetáculo sugere, os contratempos foram a principal marca da apresentação.

Quem assistiu, aprovou. A Coordenadora do CTI da Unidade Santa Lúcia da FHSFA, Lilian Goretti Viegas, afirmou que o São Chico Cultural foi uma oportunidade única. “Pude unir família, amigos e colegas de trabalho a uma apresentação de excelência. A coreografia e musicalidade tocam profundamente em quem assiste, principalmente sabendo que é o Corpo Cidadão. Além disso, contribuir com o evento beneficente para melhorar a assistência dos pacientes do CHSF foi maravilhoso e me deu sentimento de pertencimento”, afirma.

Assim como o espaço cedido pelo Minas Tênis Clube, o espetáculo foi doado pelo Corpo Cidadão. Acompanhando os jovens dançarinos estavam a Coordenadora do Grupo Experimental de Dança (GED), Danielle Pavam, e o Assistente de Coordenação e Coreógrafo, Ronilsonego. 

Confira as fotos do 12° São Chico Cultural no Facebook, clicando AQUI, e não perca a 13ª edição, que acontece no primeiro semestre de 2020. 

No comments yet.


Desculpe, o formulário de comentários está fechado no momento.